Olimpíadas: orgulho ou reprovação?

(Foto: Reprodução Internet)

Recentemente foi divulgada uma pesquisa que mostra que 50% dos brasileiros são contra as Olimpíadas do Rio de Janeiro e que 63% acham que os prejuízos à cidade e ao país serão maiores do que os benefícios. Lembrando que em 2013 o índice de aprovação era de 64% e 62% acreditavam que as Olimpíadas beneficiariam a todos. Ao mesmo tempo, nas redes sociais, iniciou-se uma campanha contra aqueles que apoiam as Olimpíadas, que são chamados de idiotas, no mínimo. Tudo isso é reflexo do caos político que se instalou no Brasil desde o início de 2015, com um Congresso enlameado por denúncias de corrupção que atingem ao menos 150 deputados e senadores que não têm compromisso com o povo trabalhador, que sofre cada vez mais. A falta de confiança no Estado gera essa má expectativa quanto aos Jogos Olímpicos, evento mundialmente reconhecido e que deveria ser motivo de orgulho para os brasileiros. A verdade é que enquanto o cenário político se mantiver caótico e isso refletir na saúde, na educação e na segurança pública, nada fará o povo ter esperança, nem mesmo os Jogos. Novas eleições são necessárias para restabelecer minimamente a confiança e colocar o país nos “trilhos”, permitindo a estabilidade política, a retomada do crescimento econômico e a redução do desemprego.

lazaro-site-327x1024

Lázaro Eugênio
Presidente do SEAAC