Tudo sobre o saque do FGTS

(Foto: Reprodução Internet)

Foi liberado o calendário para saque das contas inativas do FGTS, aquele dinheiro que fica bloqueado quando um trabalhador pede demissão ou é demitido por justa causa. O resgate poderá ser feito a partir do dia 10 de março, de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Confira a tabela:

Capturar
Mais de R$43 bilhões que estavam parados nas contas poderão ser sacados e recolocados no bolso do trabalhador para ser usado da maneira que desejar. Em tempos como este pelo qual o país passa, a recuperação destes valores será muito importante para o reaquecimento da economia do Brasil, tendo em vista que a inflação é ruim, mas a recessão é muito pior.

Entenda:
Quando uma pessoa pede demissão ou é demitida por justa causa, o saldo do FGTS, pela regra atual, só pode ser sacado caso o trabalhador fique três anos sem recolocação no mercado de trabalho com registro na CTPS. Porém, com a estagnação da economia e os riscos a longo prazo para o país, o governo decidiu flexibilizar esta regra.

Mas, tenha calma! Não é necessário sair correndo para o banco. O governo já lançou um site onde o trabalhador pode informar seus dados e saber onde e quando poderá fazer o saque. Acesse o site da Caixa (wwww.caixa.gov.br).

Texto: Mayara Castro/Jornalista na Netshare Marketing Criativo